julho 18, 2010

Traços.

"A busca do meu Eu, não precisa de rimas, não precisa de medidas, não precisa de pressa, mas que tenha sinceridade, que exista a verdade. Resgatar minha essência de anos e colocá-la em prática, foi o que eu acabei de ler, mas como faço isso? Não quero dizer não sei, e sim, a resposta virá logo. Procurar em meus confins psiquicos parece ser uma boa resposta, procurar em meu coração, também. O meu Eu sumiu por ai, e por sorte é que esse ai é aqui, e esse aqui só está em um lugar, dentro do que sou Eu."
(Rafael Nicolay)

Um comentário:

  1. Adorei esse!!! Uma boa escolha para um compêndio sem temática! ;D

    ResponderExcluir